Lúdico, não infantil.

Plus
  • CLIENTE Wish School
  • DIREÇÃO DE ARTE Gabriela Namie
  • DESIGNERS Gabriela Namie e Jun Ioneda
  • ILUSTRAÇÃO Gabriela Namie
  • ARTE-FINAL E PRODUÇÃO GRÁFICA Lucas Gini
  • ARQUITETURA Grupo Garoa

Wish é uma escola entre as 178 instituições educacionais brasileiras mais inovadoras, segundo o MEC (Ministério da Educação). Baseando-se nos princípios da educação holística, a escola não aplica provas, suas salas não possuem carteiras enfileiradas e as turmas são multietárias.

Sua marca, porém, não refletia seus valores. Seu símbolo/mascote, o sapo, remetia a histórias tradicionais infantis, nas quais o sapo vira príncipe. A mensagem passada era ligada à trajetória única e linear, não valorizando todos os tipos de inteligências. O que a Wish precisava contar é que está tudo bem ser o sapo, ou o príncipe, ou quem quiser. Precisávamos nos distanciar dos signos ligados à escola e às histórias tradicionais: o idealismo, a superioridade, o tratamento infantil à criança.
O novo símbolo, um W flexível, é uma referência à educação como ponte, à importância do lúdico no aprendizado, à cultura “mão na massa”. Suas diferentes formas possíveis relembram que a educação não deve tratar todas as crianças da mesma forma, como mercadoria. O sapo foi mantido, não como símbolo, mas como um personagem dentro de uma família maior. Seu uso agora é mais voltado ao berçário e suas formas são mais geométricas, menos “mastigadas”, se distanciando da estética e função de um “brinquedo pronto”.